Home » ARTIGOS » Dicas, Técnicas & Tutoriais » Flash SB-900 – Como evitar o superaquecimento (parte 8)

Flash SB-900 – Como evitar o superaquecimento (parte 8)

Bem vindos a uma série de artigos sobre um dos maiores problemas que fotógrafos tem em relação ao flash SB-900 da Nikon.

 

  • Problema #5|Cabeça do Flash

O SB-900 certamente tem a cabeça de flash mais larga se comparado aos SB-600, SB700 e o SB-800. Com essa cabeça mais larga, é óbvio que requer mais bateria do que os modelos de flash com a cabeça menor.

 

Solução #5

Infelizmente, não existe uma solução, a não ser tentar lembrar que você não está mais trabalhando com um SB-600, SB-700 ou SB-800.
Problema #6

Inclinando e girando a cabeça do flash para rebater a luz. Uma vez que o SB-900 oferece a opção de girar e rotacionar a cabeça para uso com difusores e para rebater a luz, isso suaviza a luz para proporcionar uma iluminação mais homogênea e quase nada de sombras. Porém, girar e rotacionar não funcionam da mesma forma que um flash direto, e isso requer mais potência das baterias para manterem a luz igual em potência para obter a mesma exposição quer teriam com o flash direto.

Valores de potências elevados, como M 1/1, M 1/2 e M 1/4 precisam aumentar a potência para rebater a luz e iluminar um objeto distante com uma inclinação de 45°. Pouca energia é necessária se fotografarmos um objeto perto (meio metro) de distância da câmera com a cabeça do flash em 90°. Simplificando, 0° (flash direto) não requer tanta potência, 45° requer muito mais potência que 90°.

E sobre difusores externos?
Como hoje em dia existem muitos modelos disponíveis em formatos transparentes e brancos, o fotógrafo precisa entender a diferença entre esses modelos. Os formatos transparentes oferecem muito mais luz usando assim menos bateria, mas resultando em uma luz mais direta e com sombras duras.

Os modelos na cor branca ajudam a deixar a luz mais difusa, e por isso exigem mais energia da bateria para compensar a potência da luz, principalmente os modelos que são usados com a cabeça do flash em 90°.

SOLUÇÃO #6

1) Aumente a sensibilidade do ISO quando usar o flash rebatido ou com difusor, chegando a economizar 3 pontos (stops) (dependendo do valor ISO), uma vez que as câmeras de hoje em dia tem grandes capacidades ISO.
2) Aumente a abertura da lente (f/stop) em 1 ponto ou 2 quando usar um difusor para diminuir a necessidade de energia. Se você não deseja mudar a abertura aumente seu valor ISO ou use um tripé para fazer exposições mais longas (velocidades lentas de shutter).
3) Se estiver usando um difusor branco, se aproxime do objeto para obter mais luz vinda do flash para o objeto.

 

Até o próximo artigo! Ahh…  e para começar o ano de bem com a vida, e com seu flash, um presente nosso para você!

“Eu sigo @nikonandre @mahasiah e estou lendo a série sobre #SB900 no @lightroombrasil”  (RT) http://kingo.to/WPD

 

 

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>