Capa » ARTIGOS » Dicas, Técnicas & Tutoriais » Formatos de Janela

Formatos de Janela

E aí pessoal, tudo certo? Vamos dando continuidade por aqui! Nesse post irei falar um pouco sobre os formatos de janela/tela que temos e que são mais usadas no cinema.

Vamos entender, antes de mais nada, a notação para os formatos de tela. Vamos usar como exemplo o 1.33:1. É uma notação de proporção, ou seja, a largura da tela vale 1.33 da  altura.

Em pura matemática: supondo que X é a largura e Y a altura a fórmula seria a seguinte -> X = 1.33 x Y. É isso! Simples!

O formato que usei no exemplo (1.33) foi o primeiro usado (ou um dos primeiros) que nada mais é que o formato quadrado. Hoje dia, no cinema, ele não é usado mais, salvo algumas rarríssimas exceções. Isso ocorreu graças ao surgimento da televisão, que adotou o 1.33. Dessa forma o cinema estava deixando de ser um grande diferencial de entretenimento, foi aí que os padrões widescreen surgiram, única e exclusivamente para o cinema se diferenciar das TVs. Mas, em minha modesta opinião, os formatos Wide trazem um conforto muito maior para o espectador, por nossa visão ser mais horizontal do que vertical.

Vários formatos wide foram surgindo, mas alguns acabaram assumindo o mercado por simples razões de ou facilidade ou padrão. Um deles é o formato 1.66:1, que é o padrão de cinema europeu atualmente. E também é o formato do Super 16. É um formato já widescreen, mas menos que o padrão HD (16×9).

Depois temos o formato 1.85:1, o padrão atual do cinema hollydiano, ligeiramente mais retangular que o padrão HD.

A título de curiosidade, o padrão HD, o famoso 16×9, nessa notação seria 1.75:1, ficando entre o 1.66:1 e o 1.85:1.

Por fim temos o cinemascope, que é o 2.35:1, um padrão extremamente widescreen, formato esse que se popularizou nos filmes de velho oeste.

Confira abaixo os formatos em comparação:

Os Formatos de Tela

Comparação entre os formatos de tela.

E no Brasil, quão o padrão do cinema? Isso vai depender. Nosso padrão de cinema se modificou com o tempo. Quando sofríamos muito influência da europa, nosso padrão era o 1.66. Com o aumento da influência dos EUA por aqui, passamos a adotar o padrão deles, o 1.85. Com o cinema digital, essa questão muda um pouco, já que ele permite a rápida mudança no formato de tela.

Um dos problema relativos a isso é que hoje o Diretor de Fotografia tem que pensar muito bem o formato de tela e o enquadramento, para a fácil adaptação do filme ao DVD/BluRays, que normalmente tem o padrão 16×9. De outro modo, muitos recorrem ao LetterBox, aquelas barras pretas que ficam acima e abaixo de um filme. Esse é um dos motivos do uso dos linhas de segurança quando gravamos alguma coisa, para que a adaptação dos formatos de tela seja feito de forma simples e rápida. É o que ocorre hoje com as emissoras de TV, que gravam em HD, mas têm que ainda enquadrar para o 4×3, para a transmissão analógica.

Por hoje é só isso pessoal!

Um abraço!

Bananafoto

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Required fields are marked *

*

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>