Home » ARTIGOS » Dicas, Técnicas & Tutoriais » Dicas para fotografia de vida selvagem

Dicas para fotografia de vida selvagem

Header_BeforeandAfterLightroom

Oi pessoal tudo bem? Hoje vamos falar de um tema diferente que apesar de muita gente não precisar, muitos fotógrafos sonham em trabalhar apenas com essa área da fotografia, estamos falando sobre a fotografia de vida selvagem.

Um dos segredos para ótimos registros da vida selvagem é compreender o comportamento dos animais e utilizar o equipamento certo para as situações em que irá fotografar para alcançar resultados satisfatórios.

lionesses-readying-to-hunt-masai-mara-2008-photo-by-nick-brandt

Você pode fazer esse tipo de “click” e obter ótimos resultados com qualquer câmera. Mas se estiver utilizando uma DSLR use e abuse da escolha de objetivas, o que lhe abrirá um leque maior de possibilidades para fotografar os animais em diversas situações no seu habitat.

Se você quiserem uma boa fonte de inspiração procurem as páginas da National Geographic e Discovery e lá você encontrará trabalhos de alguns dos melhores fotógrafos do mundo nessa área.

Uma EOS DSLR oferece uma grande versatilidade no que diz respeito a fotografar qualquer tipo de animal, desde minhocas a elefantes. Daremos a seguir algumas dicas básicas e úteis sobre kits e técnicas que o podem ajudar a alcançar as imagens que você sempre sonhou em realizar.

shutterstock_56118346-e1432067606466

Experimente uma teleobjetiva ou uma objetiva de zoom

Utilizar teleobjetivas ou objetivas de zoom permite-lhe fotografar animais a uma distância segura – o que pode ser especialmente importante se estiver à procura de imagens em ação de leões, ursos-pardos ou crocodilos, se não quiser virar almoço.

Após adquirir a sua DSLR, uma tele-objetiva de zoom é uma segunda objetiva útil a comprar. Se está no começo da carreira, algumas câmares já são vendidas com kits de duas objetivas de zoom, incluindo uma objetiva de zoom normal e uma tele-objetiva de zoom.

Para fotografias estáticas, utilize uma velocidade de disparo maior

A utilização de teleobjetivas ou de teleobjetivas de zoom implica que vai ter de utilizar velocidades de disparo maiores (pelo menos 1/50) para obter imagens nítidas com detalhes definidos. O único problema é que alguns animais movem-se muito rapidamente, mantenha isso em mente!

Utilizar o modo Sport (esporte) que se encontra em algumas câmaras EOS de gama de entrada ou de gama média vai ajudá-lo a captar imagens nítidas, caso esteja fotografando chitas ou preguiças. Por fim, não se esqueça de ativar o Estabilizador de Imagem das suas teleobjetivas para garantir que vai obter sempre resultados nítidos. Evite ao máximo deixar o sharpenning para a edição, tente captar o mais nítido possível ainda na câmera.

Técnicas avançadas: Macrofotografia

A beleza de lente macro é que ela lhe permite criar fotografias que mostram algo maior do que habitualmente veríamos na tela ou ao olho nu. Por isso, a capacidade de mostrar insetos minúsculos como monstros espetaculares de olhos alienígenas, ou mostrar os detalhes intricados numa flor sendo polinizada por uma abelha que normalmente passariam despercebidos ao olho humano.

A macro fotografia de seres vivos pode ser um desafio, é necessário o equipamento certo e muita experiência para captar imagens verdadeiramente incríveis que irão se destacar entre outras.

animals-wildlife_00400184

Controlar a sua profundidade de campo

Controlar a profundidade de campo é muito importante para a macro fotografia de vida selvagem. Para a fotografia normal, é comum o uso do modo de disparo Aperture Priority (Prioridade de abertura, AV no seletor da sua câmara). Para as objetivas macro, o contrário é muitas vezes utilizado. Devido às curtas distâncias de trabalho, a abertura é fechada até f/16, f/22 ou mais para maximizar a profundidade de campo e garantir que toda a fotografia estará focada.

Utilize o Estabilizador de Imagem para teleobjetivas e macro fotografia, especialmente quando estiver a trabalhar com a câmera na mão. No entanto, se a sua câmara estiver num tripé, muitas vezes o melhor será desligar o Estabilizador de Imagem.

maxresdefault

Focar

Pode dizer-se que os animais podem ser altamente imprevisíveis. Por isso, é boa ideia aprender a alterar o ponto de focagem ativo na sua câmara e como alternar entre os modos de focagem one-shot (um disparo) e AI Servo. Assim, você não perderá momento algum quando estiver no campo. Pode ser útil tentar utilizar o foco manual para sujeitos em movimento lento ou estáticos, como um hipopótamo ou um elefante.

nature-road-trees-elephant-wildlife-1

Paciência

Esta é a principal qualidade que um bom fotógrafo de vida selvagem deve ter, estar preparado para ficar horas e horas e até mesmo dias no mesmo local todo sujo de lama esperando a hora certa para fazer aquela foto que ninguém conseguiu até hoje (isso que move um fotógrafo da vida selvagem). O imenso prazer de fotografar algo que ninguém poderia presenciar se não fosse a sua foto.

Bom pessoal espero que tenham gostado deste pequeno tutorial, lembre-se que essas são só dicas básicas para você iniciar a sua carreira de fotografia selvagem, existem milhares de outras técnicas e macetes para você chegar onde quer nas suas imagens. Lembre-se de não fazer muitas alterações na edição porque esse tipo de foto exige uma edição mais “próxima ao real”.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

*

You may use these HTML tags and attributes: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <s> <strike> <strong>